fbpx

Dúvidas e Dicas para uma: Gengiva Saudável

Gengiva Saudável

Gengiva saudável.

Existem muitos fatores levados em consideração para determinar um sorriso bonito, como:

Assim, a gengiva saudável é formada por:

  • tecidos lisos,
  • de coloração rosada,
  • de consistência firme e
  • bastante aderida ao maxilar e aos dentes.

Cada elemento faz parte de um todo, acima de tudo você deve ficar atento aos cuidados desse tecido da mucosa bucal.
Muita gente esquece da saúde gengival e não tem ideia de como deve ser a cor e a textura dessa camada.

A gengiva é o tecido epitelial, ricamente vascularizado, que reveste o osso e serve de sustentação dos dentes (alveolar).
Tem tonalidade variando entre vermelho–claro e roxo, constituindo parte da mucosa bucal.
Hoje vamos explicar todas as características para você viver despreocupado da gengivite, tirar algumas dúvidas e principalmente te dar dicas para manter a sua gengiva saudável.

Gengiva Saudável
Gengiva Saudável

A aparência de uma gengiva saudável

Vamos entender uma coisa antes de tudo, uma gengiva vermelha não é sinônimo de saúde.
Para ser saudável, a gengiva deve estar na cor rosa claro, podendo variar a tonalidade em virtude da etnia do paciente.
Além disso, não deve existir dor ou sangramento, principalmente ao tocar com os dedos e a escova de dentes.
Se a gengiva apresentar uma cor avermelhada e estiver sangrando ao passar o fio dental, é importante consultar um dos nossos dentistas o quanto antes.
Afinal, pode ser um alerta de inflamação ou infecção.

A gengiva depende da saúde dos dentes

Para a gengiva ser saudável, certamente é importante que os dentes estejam no mesmo nível.
Um dente mal escovado acumula placa bacteriana e deixa a gengiva inflamada e vermelha, consequentemente, podendo causar:
tártaro e consequentemente doenças como a gengivite e periodontite.
Isso também acontece com um dente cariado bem próximo à região gengival.

Não existe gengiva saudável sem dentes saudáveis, acima de tudo.
Para ter um sorriso bonito, garantir a boa aparência e a autoestima, muitas pessoas pensam que basta que se dê aquela boa escovada nos dentes após as refeições.

Isso de fato é importante, mas não apenas isso.

Na higiene bucal é muito importante que seja dada uma atenção especial às gengivas, eliminando qualquer resíduo de alimento e de placa bacteriana.
A placa bacteriana não removida durante a higiene bucal, irá endurecer ficando aderida aos dentes, consequentemente formando o tártaro.
A remoção do tártaro só será possível ser feita por um dos nossos dentistas, com uma limpeza profissional.
Se não for devidamente cuidada, teremos instalada a gengivite, uma inflamação das gengivas, certamente evoluindo para a periodontite.
Em casos mais graves, deixam a raiz do dente exposta, atinge o osso, podendo deixar os dentes móveis, amolecidos e ainda acarretar a sua perda.

Por isso a importância dos cuidados com a gengiva, com uma correta higienização bucal.
Com uma escovação eficiente em todas as regiões, incluindo o sulco gengival e lembrar também da importância do uso do fio dental.

Doenças gengivais são comuns?

Estudos comprovam que, depois da gripe, as doenças periodontais são as mais comuns no ser humano.
Além disso, estudos demonstram também que, as doenças gengivais podem atingir mais de 85% das pessoas em determinadas faixas da população.

Se não tenho cárie estou livre das doenças gengivais?

Uma coisa não interfere na outra, uma vez que as bactérias responsáveis por cada doença não são as mesmas.
Inclusive, com o avanço da idade, os índices de cáries diminuem e o das doenças gengivais aumentam.

Vou perder os meus dentes?

Se os sintomas forem levados a sério e a doença for tratada a tempo e adequadamente, certamente não haverá perda de dentes.
Por isso, aparecendo qualquer sintoma, entre em contato com um dos nossos especialistas.

É normal as gengivas sangrarem um pouco ao escovar os dentes?

Sangramento nunca será normal.
A não ser que tenha sido causado por uma pancada acidental da escova na gengiva.
O sangramento é o primeiro sinal de que algo está errado e de que ali já existe uma inflamação, possivelmente uma gengivite.

Sentir dor ao mastigar é um sintoma de doença gengival?

Nem sempre.
A dor ao mastigar que pode indicar uma doença gengival é aguda.
Se você sentir esse forte desconforto, procure um de nossos dentistas.

Como manter a gengiva saudável?

Existem duas maneiras fundamentais de você manter a sua gengiva sempre saudável:

  1. Visite um dos nossos dentistas regularmente a cada seis meses, no mínimo, para uma limpeza geral dos dentes e da boca.

Uma limpeza profissional irá impedir o aparecimento de uma série de doenças, inclusive a gengivite.
Como sempre frisamos, a prevenção é a melhor forma de manter a saúde bucal.
Em geral, realizamos a limpeza, consequentemente mantendo a qualidade do seu sorriso.
Em alguns casos, pacientes com maiores sensibilidades na gengiva precisam de intervalos de visitas menores, variando de 3, 4 ou 6 meses.

  1. Faça uma higiene bucal correta, pelo menos 3 vezes ao dia e na sequência use fio dental, escove a língua, faça bochecho com enxaguante de flúor e sem álcool.

Somente escovar os dentes não basta para se ter uma boca saudável.
A gengiva, que reveste os ossos que sustentam os dentes, acima de tudo devem ser bem cuidadas.
As infecções e o mau hálito são alguns dos problemas causados pela falta de cuidado da gengiva.
Assim, seu sorriso ficará muito mais harmônico com dentes e gengiva saudáveis.

Dúvidas? Entre em contato

SÃO PAULO http://bit.ly/suaodontosp
JUNDIAÍ http://bit.ly/suaodontojundiai

Nossa equipe de especialistas está pronta para tirar todas as suas dúvidas.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *